quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Novas formas de encarar velhos desafios


A Revolução que a humanidade está enfrentando neste momento, em todo o mundo aberto as inovações, e que chegará cedo ou tarde aos mais longínquos rincões tecnológicos, é mais do que uma revolução de e entre fronteiras, é uma revolução contra as fronteiras.
A humanidade, talvez de forma inédita, encontra-se caminhando para um momento de padronização de conceitos inédita. Inédita porque maior do que diferenças regionais, comportamentais, de crença, etnia ou culturais, consegue atender necessidades cada dia mais básicas de forma eficiente independente de divisões fronteiriças.
E parte da fórmula de sucesso desta revolução é sua globalização aliada a um grande respeito as diferenças.
Nunca pensamos globalmente de forma tão parecida, apesar das grandes diferenças que nos compõem.
A globalização não veio para destruir as diferenças, veio para as acolher.
Boas soluções estão acima de particularidades regionais, boas soluções são efetivamente globais.
Netflix, Uber, Apple, Amazon, Airbnb, Hubempresas e outros produtos hoje na mente de pessoas nos quatro cantos do globo são prova que pensar localmente, de forma global, gera resultados escaláveis e potencialmente universais.

Private Equity

Você sabe o que é uma operação de Private Equity? E o que ela pode fazer para sua empresa, ou para você como investidor? Private Equity é...